A Cura através da Mediunidade

01-05-2005 00:00

 

A mediunidade é um dom natural que todos nós possuímos e que está aflorando aceleradamente na humanidade, uma vez faz parte do processo de evolução do ser humano. Esta sensibilidade, ou sexto sentido, facilita o intercambio de comunicação entre as diversas dimensões humanas e os seres que nelas habitam. A cura através da mediunidade objetiva de forma profunda curar o espírito enfermo. Na verdade, a cura do corpo físico material através da mediunidade visa despertar o paciente para a cura de sua alma eterna.
 
Através da cura, atraem-se descrentes de todos os gêneros, que, através da constatação de sua própria cura ou a de seus entes queridos, mediante o auxílio de espíritos benfeitores do Alto, veem-se diante de uma verdade inegável, e passam a acreditar, mesmo que seja sem muita convicção, na existência de vidas espirituais inteligentes que cooperam todo o tempo com o mundo material. Dá-se aí o início ao processo de cura de seu próprio espírito.  
 
Todo homem cético ou indiferente ao seu próprio destino é sempre aquele que pulula de hospitais em hospitais, de consultórios em consultórios, num percurso doloroso e interminável, até que um “milagre” espiritual, como último e desesperador recurso, lhe devolve a saúde e a esperança de viver. Neste momento, ele se sente obrigado a mudar de atitude, passando a reconhecer a intervenção sensata e amiga do mundo oculto sobre a vida humana. O auxílio do Alto está disponível a todos, independente de rótulos religiosos ou crenças, que buscarem com  Fé o intercâmbio com o “mundo invisível”.
 
Na realidade, toda doença provém de atitudes e pensamentos negativos que, através da repercussão vibratória que emanam, afetam o corpo etérico, e, por conseguinte, o corpo físico. O corpo etérico, massa invisível que modela o corpo físico, possui órgãos similares ao mesmo, porém mais refinados em suas funções, funcionando como moldes ou matrizes dos órgãos materiais. Quando emanamos vibrações prejudiciais, advindas de pensamentos e atitudes negativas, agregamos ao corpo etérico fluidos tóxicos que se acumulam. Estes fluídos, quando acumulados em excesso, são repassados ao corpo físico através do duplo etérico (camada intermediária entre o corpo físico e o corpo etérico), causando doenças naqueles órgãos ou regiões mais predispostas a adoecer, o que varia de indivíduo para indivíduo. Para cada tipo de vibração negativa, corresponde um tipo de fluído tóxico específico causador de uma determinada doença. Para maiores informações sobre as vibrações negativas causadoras das doenças, recomendo o livro “A Doença como Símbolo” do autor, médico e psicólogo Rudiger Dahlke.
 
É fato notório que nem todos os doentes conseguem ser curados. Isto ocorre quando a doença é uma forma de expiação kármica. Diante da doença kármica corretiva, nem o médico, nem o médium, nem a fé do indivíduo doente são capazes de curar, pois a doença é a terapêutica mais adequada à evolução deste espírito. Embora essas pessoas muitas vezes aparentem ser pacíficas e bondosas, ainda conservam no âmago de seu ser o potencial da violência e da falta de amor a si e ao próximo. 
 
Os processos curativos dolorosos, como cirurgias, cauterizações e mutilações, são formas de reparação kármica. Aqueles que não obtêm a cura rapidamente, seja através de intervenções mediúnicas ou médicas, são aqueles que devem ser disciplinados pela doença através do retorno da Lei Divina da “Ação e Reação”. Aqueles que conseguem ser curados rapidamente são os se encontram num estágio espiritual mais elevado, ou estão no final de suas provas kármicas.
 
Em todos os casos, a dor tem uma função evolutiva para a alma. Quanto mais o espírito evolui espiritualmente através da matéria, ou seja, quanto mais bondoso, generoso, fraterno e mais voltado para o próximo o espírito se torna, desde que com sinceridade, menos doente o indivíduo se torna, pois as atitudes virtuosas não emanam resíduos tóxicos, deixando o corpo etérico mais limpo e mais leve. Assim, a conquista da saúde corporal se faz através da evolução anímica e moral de cada indivíduo.  Alma sã, corpo são.
 
Cristina Lessa Cereja

—————

Voltar


Contactos

Cris Cereja

Consultório:
Rua Ernesto Basílio, 45 Sl.301
Nova Friburgo - Rio de Janeiro