AMANDO A SI MESM0!!

01-08-2007 00:00

 

A maior força que existe é a energia do amor. Quando nos concedemos a dignidade de nosso próprio amor, tudo muda. A integridade e a força tornam-se nossa prioridade porque acreditamos e amamos quem somos. Quando acreditamos e amamos quem somos tudo começa a acontecer da forma que queremos. Os relacionamentos mudam, e as situações mudam à nossa volta. Pobre daquele infeliz que passa a vida em vão na tentativa de mudar os outros, sejam os filhos, os amigos ou os parceiros, tentando fazê-los agir da forma que deseja, ou crer nas verdades que ele mesmo não pratica.
 
Se quisermos mudar algo à nossa volta, comecemos por transformar a nós mesmos. Modificar nossas atitudes com os outros e principalmente conosco. Como? Se conhecendo, aprendendo sobre si mesmo, aprendendo a amar este ser imperfeito, valorizando nossas qualidades, mas também nossos defeitos. Muitas vezes amamos uma imagem idealizada que formamos acêrca de nós mesmos, como forma de fugir ao enfrentamento daquilo que não apreciamos em nós. Frequentemente esta imagem é confundida com nosso ser real, e quantas vezes não nos decepcionamos pela vida afora? Quem nunca se surpreendeu reagindo de uma forma que nunca pensava ser capaz? Além do sofrimento que esta descoberta nos traz, passamos a nos sentir zangados, frustrados e decepcionados ao nos depararmos com a realidade daquilo que somos.
 
Isso acontece porque não nos enxergamos com VERDADE. Através do auto-conhecimento, passamos a amar quem somos como seres totais, inteiros e únicos, especiais em si mesmos. E assim podemos parar com essa obsessão de ficar procurando alguém que nos complete. Na realidade, devemos estar completos em nós mesmos, só assim podemos viver relacionamentos sem disfarces, onde ambos se somem, ou invés de se completarem...
 
Todos merecemos amor, mas ninguém é obrigado a nos amar. Não viemos para este mundo para mendigar amor, e sim para nos convencermos de nosso próprio valor. Quando amamos a nós mesmos e deixamos de lado a idéia fixa de encontar uma pessoa para nos amar, somos capazes de aceitar o que os outros tem a nos oferecer. Deixamos de responsabilizar o outro  por nossa felicidade e batalhamos por ela com nossas próprias armas. 
 
É imprescindível se amar, para que não se inicie um amor disfarçado. Se ao nos relacionarmos com alguém não recebemos aquilo que desejamos, simplesmente mudemos nosso caminho, sem lamentações ou desespero. E muito menos desejemos que o outro mude de acordo com nossas necessidades e vontades!  Perceba que essa pessoa passou por nossas vidas para que obtivéssemos algum aprendizado. Se estabelecemos um ideal para nós mesmos e por algum motivo ele não é alcançado, simplesmente redirecionemos nossa realidade até que encontremos alguém que possa refletir nosso ideal. 
 
Enquanto isso não acontece, vibre de amor por você mesmo, respeite-se e perceba que sua vida visa o autoconhecimento e o progresso espiritual através dos relacionamentos com os outros. Ame-se sem reservas, sem medos, sem arrependimento, e assim atrairá prazerosamente para si toda a felicidade que merece!!!!
 
Cristina Lessa Cereja

—————

Voltar


Contactos

Cris Cereja

Consultório:
Rua Ernesto Basílio, 45 Sl.301
Nova Friburgo - Rio de Janeiro